Outubro 22, 2021

As revoluções industriais e como elas impactam nossas vidas

A sociedade humana passou por várias mudanças, entre elas as mudanças tecnológicas, sendo assim, foram registradas 4 mudanças tecnológicas de maior importância e damos a essas mudanças o nome de revolução industrial. Isso acontece porque nas 3 primeiras revoluções as mudanças aconteceram primeiro no âmbito industrial e depois que refletiu tanto na sociedade como no individuo, na 4ª revolução isso vai ser um pouco diferente. Toda a sociedade acaba seguindo as tendências da indústria, como a forma de comprar, a forma de se comunicar, o trabalho, a educação e por aí vai. Por esse motivo, é importante vermos o comportamento das indústrias e porque as suas revoluções são tão relevantes para toda a sociedade.

Vou listar aqui o impacto de cada uma das 3 revoluções que a sociedade já presenciou e também falarei da 4ª revolução que ainda estamos passando. Se você quer entender sobre esse momento que passamos da revolução industrial precisa entender bem o que as outras revoluções deixaram e têm a nos ensinar.

1ª revolução (1760 -1860) a era do vapor

  • Ela nos trouxe as fábricas e com isso, as pessoas começaram a migrar das áreas rurais para as cidades, tornando a sociedade mais urbana. Isso se deu porque as pessoas passaram a trabalhar nas grandes fábricas e para ficar mais fácil o acesso ao trabalho mudavam para povoados mais próximos delas.
  • O equipamento desenvolvido e de maior impacto nesse período foram as máquinas a vapor, que permitiram maior avanço nas produções das fábricas como também tivemos os famosos trens a vapor.
  • Modo de locomoção, como falado no tópico anterior, nesse período tivemos a descoberta e a exploração do maquinário a vapor o que deixou as formas de locomoção mais rápidas permitindo que pessoas pudessem transitar com mais facilidade pelas regiões e até ir para lugares mais distantes, o que demandava bastante tempo, energia e dinheiro antes dos trens.
  • Os trens permitiram as importações e as vendas de mercadorias, tendo assim, a oportunidade do envio de mercadorias para lugares mais distantes. E também conseguir de forma mais rápida e mais barata as matérias primas que as fábricas e as cidades precisavam.
  • A cultura também foi sendo modificada, já que, com acesso a mais lugares, as pessoas passaram a trazer e levar culturas diferentes. Embora estamos falando de um período em que o preconceito era muito grande, e mesmo com todas essas novidades as pessoas tinham um certo conservadorismo.

2ª revolução (1860 -1945) a era da energia

  • Nesse período vivemos outra espécie de revolução, a chamada revolução intelectual, pois esse foi um período em que grandes mentes estavam mostrando seu conhecimento e trazendo muitas descobertas no ramo da ciência. Entre essas mentes temos: Albert Einsten, Ruthenford, Mary Curi, Heinsemberg). Aqui tivemos a descoberta tanto da física nuclear, quanto o inicio da física quântica. Na química tivemos a descoberta dos átomos e descobertas de mais elementos da tabela periódica. O avanço na medicina com os raios x, entre outros ramos e outras descobertas que até hoje usamos e são contribuição para nós.
  • O grande marco dessa revolução veio de duas das mentes brilhantes da época (Tomas Edson e Nicolas tesla), eles trouxeram para as indústrias e para a sociedade a eletricidade, permitindo as máquinas elétricas, a luz. Nem precisamos dizer os benefícios da eletricidade, afinal esse site é voltado para as inúmeras possibilidades que ela nos permite desenvolver, e se você está lendo esse artigo, certamente é porque está usando um equipamento que é alimentado por ela, seja através de corrente alternada (tesla) seja por corrente contínua (Edson). Hoje se ficamos 1 hora sem energia quase entramos em crise, logo dá para saber o porquê desse ser um feito de grande importância para essa revolução.
  • Ford foi outro que veio para mudar toda a estrutura da sociedade, ele desenvolveu um modelo que leva seu nome, mas também é conhecida como produção em série. Nesse modelo ele diz que para ter uma produção rápida e eficiente precisaria que a produção de um produto se dividisse por partes, onde o trabalhador se especificaria na parte que era de responsabilidade dele e quando terminasse passaria para o próximo especialista.
  • O modelo Ford conseguiu trazer mudança para a educação que passou a ensinar aos alunos que eles deveriam se especificar em apenas um ramo, pois a intenção da educação era qualificar a mão de obra para as grandes indústrias. Teve também uma padronização de horários de trabalho, pois agora todos tinham que seguir aquele horário para que não desse nenhum gargalo na produção. Essa padronização levou ao horário comercial que até hoje temos.
  • O modelo Ford também ditou qual seria a forma de venda, pois com a produção em série não era possível alterar qualquer que fosse o detalhe do produto, a pessoa não tinha o poder de escolha se ela queria um carro teria que ser preto.

3ª revolução (1950 – 2000) a era da automação

  • O primeiro tópico que quero trazer sobre essa revolução (e que para mim é de extrema importância já que envolve o meu ramo) é a automação. Nesse período tivemos o desenvolvimento primeiro da automação industrial e em seguida tivemos outras automações como a residencial, comercial e por aí vai.
  • A automação mexeu um pouco com a estrutura dos trabalhadores de chão de fábrica (os que faziam trabalhos braçais) pois esse tipo de atividade era passado para as máquinas fazerem e obrigando esses trabalhadores a se qualificarem para exercer outras atividades mais intelectuais.
  • Aqui tivemos um outro modelo de produção, a produção Toyolista, que conseguia produzir mais em menos tempo, mas também conseguia alterar característica dos produtos. Para isso era preciso que os especialistas trabalhassem em grupo, então o trabalhador não poderia se importar somente com o que estava fazendo, mas precisaria se comunicar com todas as partes da produção.
  • A educação sofreu alteração pois nesse novo modelo, precisaria de trabalhadores que soubessem trabalhar em equipe, que fossem bons no que faziam, mas também conseguissem lidar com outros especialistas, para que no momento preciso, fossem feitas alterações do seu trabalho e que pudessem assumir tanto as conquistas quanto as dificuldades da equipe.
  • Com isso a forma de venda foi alterada, já que agora o cliente podia sim escolher particularidades do seu produto, como poder comprar um carro vermelho por exemplo. Essa escolha do cliente fazia com que a equipe da indústria estivesse em sintonia, pudesse fazer as alterações necessárias para atender a necessidade do cliente.
  • A mudança tecnológica dessa revolução foi o desenvolvimento da internet, nossa amada e querida internet, que permitiu a conectividade de pessoas que estavam em continentes diferentes, permitiu o acesso ao conhecimento e também nesse período permitiu a ideia do que hoje já temos que são os nosso IoT (internet das coisas).
  • Ainda estamos vivendo essa revolução e muitos falam a respeito da indústria 4.0 que nada mais é que outra forma de chamar essa quarta revolução. Ela possui algumas características diferentes das outras três, pois sempre vimos que as mudanças aconteciam primeiro na indústria para depois influenciar a sociedade e só depois influenciar o indivíduo. Nessa revolução que estamos passando tudo está acontecendo ao mesmo tempo.
  • Não temos mais uma indústria ditando as regras, mas sim uma ligação do indivíduo com a sociedade e com a indústria, um se adequando com o outro. Não temos assim uma tecnologia chefe da revolução, mais sim várias tecnologias sendo exploradas e descobertas ao mesmo tempo. Entre elas estão: realidade ampliada, realidade virtual, big data, inteligência artificial.
  • A forma de produção e de comércio também mudaram, pois agora a indústria e os mercadores estão interessados em saber mais sobre seus clientes, eles estão buscando ter uma ligação com eles e identificar seus gostos e necessidades para assim atuar com o propósito de sanar a dor daquele grupo de pessoas que tem desejos e atividades similares.
  • O profissional para atender a esse novo padrão são pessoas que conseguem entender e conhecer de tudo um pouco, pois não basta mais trabalhar em equipe, mas sim trabalharem juntos, de forma que caso precise, um supre a atividade do outro. Então nessa revolução a educação tem que ser trabalhada de forma multidisciplinar para que o trabalhador possa atuar como equipe, poder estar auxiliando um ao outro e também para que um saiba exatamente o que o outro precisa para fazer seu trabalho.

4ª revolução industrial (2000 – …) a atualidade

  • Ainda estamos vivendo essa revolução e muitos falam a respeito da indústria 4.0 que nada mais é que outra forma de chamar essa quarta revolução. Ela possui algumas características diferentes das outras três, pois sempre vimos que as mudanças aconteciam primeiro na indústria para depois influenciar a sociedade e só depois influenciar o indivíduo. Nessa revolução que estamos passando tudo está acontecendo ao mesmo tempo.
  • Não temos mais uma indústria ditando as regras, mas sim uma ligação do indivíduo com a sociedade e com a indústria, um se adequando com o outro. Não temos assim uma tecnologia chefe da revolução, mais sim várias tecnologias sendo exploradas e descobertas ao mesmo tempo. Entre elas estão: realidade ampliada, realidade virtual, big data, inteligência artificial.
  • A forma de produção e de comércio também mudaram, pois agora a indústria e os mercadores estão interessados em saber mais sobre seus clientes, eles estão buscando ter uma ligação com eles e identificar seus gostos e necessidades para assim atuar com o propósito de sanar a dor daquele grupo de pessoas que tem desejos e atividades similares.
  • O profissional para atender a esse novo padrão são pessoas que conseguem entender e conhecer de tudo um pouco, pois não basta mais trabalhar em equipe, mas sim trabalharem juntos, de forma que caso precise, um supre a atividade do outro. Então nessa revolução a educação tem que ser trabalhada de forma multidisciplinar para que o trabalhador possa atuar como equipe, poder estar auxiliando um ao outro e também para que um saiba exatamente o que o outro precisa para fazer seu trabalho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *